RASTREADOR DE CARGAS
     
Digite o CPF do Destinatário
 
 



 
 
 
 

 
 
Pedágio da Rodosol em Guarapari vai aumentar em janeiro
 

Valor vai passar de R$ 8,50 para R$ 9, a partir de 1º de janeiro.
Não vai haver mudança no valor da tarifa da Terceira Ponte.

 

O pedágio cobrado na Rodovia do Sol, em Guarapari, Grande Vitória vai aumentar a partir do dia 1º de janeiro de 2017. O valor vai passar de R$ 8,50 para R$ 9. Não vai haver mudança no valor da tarifa da Terceira Ponte, que permanecerá em R$ 0,95.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (22) pela Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsp). O diretor presidente, Julio Castiglioni, falou que o valor cobrado na ponte será mantido, seguindo o que determina a determinação da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual.

“Enquanto não houver uma decisão judicial determinando o reajuste para o pedágio da ponte, o valor permanecerá o mesmo”, explicou.

Já para a rodovia, não há impedimento judicial. E a Arsp atendeu ao pedido feito pela concessionária Rodosol. “Estamos acompanhando o contrato, que estabelece um reajuste anual”, explicou Castiglioni.

Foi concedido para a tarifa da rodovia um reajuste de 5,88%, o que eleva o atual valor de R$ 8,50 para R$ 9. O reajuste concedido é inferior ao solicitado pela Rodosol, que era de R$ 10,20.

Mudanças
A partir de janeiro, o usuário do sistema Rodosol - Terceira Ponte e os 67,5 quilômetros da rodovia – vai vivenciar algumas mudanças. Ao longo do próximo ano, vão ser realizadas algumas obras, mas nenhuma delas, garante o diretor da Arsp, vai ter impacto nas tarifas.

A primeira delas diz respeito à manutenção do pavimento da rodovia, a chamada conserva especial. Ela não era executada desde 2013, quando houve a redução do valor do pedágio na ponte, determinado pela Justiça Estadual. “As obras começam a ser executadas em janeiro e serão desenvolvidas até janeiro de 2018”, explicou Castiglioni.

Este tipo de conserva tem o objetivo de prolongar a vida útil do pavimento. Mas a Rodosol avaliava que o custo deste tipo de serviço não estava incluído na tarifa, cujo valor havia sido reduzido pela Justiça. Mas a Arsp discordava deste entendimento e chegou a multar a concessionária em R$ 144 mil.

Também a partir de janeiro, começa a ser executada uma obra que vai por fim aos transtornos causados na ponte em decorrência das quebras de ônibus, que param por completo o trânsito na via. Vão ser criados quatro vãos, cada um deles com doze metros, no canteiro central da ponte (onde, atualmente, existe uma mureta de concreto).

Por estes vãos – onde serão instaladas barreiras metálicas móveis - o trânsito vai ser desviado, quando ocorrer a situação de quebra de ônibus. O trânsito vai seguir na contramão, para evitar a interrupção, até que se passe o trecho onde está o veículo quebrado.

“A obra custará R$ 230 mil e será custeada pela Rodosol”, explicou Castiglioni. Todo o trabalho vai ser executado no primeiro semestre do próximo ano, sempre à noite, para evitar impactos ao trânsito.

   
Acesse Outras Notícias
 
28/12/2016 - Confira o que abre e o que fecha no recesso de Ano Novo no ES
 
23/12/2016 - Veja horários para evitar lentidão nas rodovias de SP no Natal e no Ano Novo
 
23/12/2016 - Radares são instalados em três rodovias estaduais em Araguari
 
22/12/2016 - Justiça determina aumento do pedágio da Transolímpica a partir desta quinta
 
22/12/2016 - BR-050 no Triângulo Mineiro recebe operação especial de fim de ano
 
20/12/2016 - Trecho da BR-120 em Cataguases está em meia pista, alerta PMR
 
20/12/2016 - Governo do ES decreta ponto facultativo em 23 e 30 de dezembro
 
Visualizar lista completa